segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Egoísmo e Covardia?

Percebi aos poucos o quanto as pessoas julgam os outros por não pensar naqueles que fazem parte de sua vida. Não por ignorar a existência de quem gosta de você, mas sim pelo fato de não se importar com o que as suas atitudes vão machucar ou ofender eles.

Acho que o fato de algumas pessoas pensarem assim, é extremamente egoísta da parte deles. Vejamos os exemplos: Uma pessoa suicida, uma pessoa que já amou e não quer mais que isso aconteça.

Parte Um: Suicidas.

As pessoas julgam os atos suicidas como egoísmo e covardia, por acharem que ele está fugindo dos seus problemas e com isso acaba ofendendo as pessoas ao seu redor. Meu ponto de vista é que todos têm seus problemas, e devemos entender da maneira deles. A pessoa suicida pode estar cansada de viver uma rotina, e por mais que isso mude, ele tem a certeza que vai continuar a mesma coisa.

Eu sinceramente, não vejo como covardia o suicídio, vejo apenas, como um adiantamento do fim, que já estava mais próximo de qualquer forma. A pergunta que não quer calar é: O que realmente é o egoísmo e covardia? Deixar uma pessoa que está cansada dos seus problemas, ou simplesmente não agüenta mais viver, acabar seu trabalho no mundo, ou forçar ele a ficar vivo e sofrer mais e mais apenas para não ofender as pessoas que estão a sua volta?

Viver por si, é um ato de dignidade, viver pelos outros, isso sim, é um ato de covardia.

Parte Dois: Padrão de relacionamentos.

Namoros, e amizades são coisas paradoxais que um dia podem existir e outro dia não. Me encontro perdido nessa situação, pois falam que eu sou egoísta de não querer me arriscar com algumas pessoas. A resposta é que desde sempre me encontro com um caso e um grupo de amigos, que por mais intenso que seja, mais cedo ou mais tarde isso se desfaz.

Minha idéia é aprender e ensinar com todos ao meu redor, e com as pessoas que possam se tornar alguma coisa na minha vida. Mas realmente estou cansado de deixar o sentimento tomar conta a cada pessoa que me diz isso. Eu analiso todas as questões, e não acho que pessoas possam mudar um dia, acredito que elas apenas se adaptam ao novo momento. Quando eu vejo que existe algo que eu posso aprender com aquela pessoa, eu acredito que possa valer a pena, então invisto. Agora, quando eu vejo que a pessoa faz coisas que eu não suporto, ou que eu tenho desprezo, por que diabos eu iria investir?!

É egoísmo ou covardia não querer algo que não gosta, tendo a certeza que não gosta?

- Realmente não acho que seja egoísmo ou covardia, acredito que seja parte da sobrevivência mental.

Enfim, não me arrependo.

Esse tópico tende a ser muito extenso, então tentei simplificar ao máximo.

Lembrando a todos que escrevo sobre meus conceitos baseados na minha vivencia, não estou levando a palavra de todos, mas sim a minha.

12 comentários:

  1. A verdade é que nunca sabemos o que de fato se passa com a outra pessoa... Não há como julgar. Mas, temos a mania de comparar as ações de outrem com as nossas...

    Só que cada um é cada um, neh?!

    ;D

    ResponderExcluir
  2. Quando comentar, poste seu blog também para poder ser seguido e respondido. =)

    ResponderExcluir
  3. Cara, concordo muito com o suicídio. A pessoa quando quer se matar é porque tem certeza que nada na vida dela vale a pena lutar, pode já ter valido um dia, mas acabou. Ela vai continuar se arrastando na terra, esperando o acaso da morte, que pode ser amanhã ou daqui a 30 anos cara, só pra satisfazer a vontade de alguns, se se consideram amigos e dizem que ama a pessoa, mas não amam o suficiente para aceitar o que é melhor pra ela. só são contra o suicídio porque não querem sofrer a dor de perder alguém que amam. e preferem que ele sofra no lugar dele, prolongando uma vida miserável, só pra uma ou duas vezes por semana terem o "prazer" de olhar pra ele. esses sim são egoístas e covardes.

    ResponderExcluir
  4. A mente é um mistério.
    Para chegar ao ponto de tirar a própria vida a pessoa tem de chegar no limite.

    ResponderExcluir
  5. Eu, como uma pessoa suicida, sou suspeita em dizer, mas acho que da minha parte foi egoísmo e covardia e não ter ''a coragem de esperar amanhã que tudo vai melhorar''.
    Mas de um jeito ou de outro, gostei do blog, das opiniões, de tudo, apesar de não concordar, mas a vida é feita de simples ou complexas divergências de opiniões mesmo.

    ResponderExcluir
  6. Medo da lolly...

    Kra, suas postagens são exepcionais...
    Seu modo de entender a vidae enfrentala...
    está de parabéns!

    ResponderExcluir
  7. Não há nenhum tipo e intensidade de problema que a morte não resolva.

    ResponderExcluir
  8. Fico até sem ter o que dizer
    O seu post ficou espetacular
    E o seu blog está ótimo
    Continue nessa linha
    Sucesso
    <>
    visite-nos e comente tmbm
    gostando siga e avise que retribuiremos
    se seguir deixe o aviso no comentário
    deixando o seu link para retribuirmos
    <>
    grato
    <>
    http://mikaelmoraes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. O ser humano é uma caixinha de surpresas, vai entender!!Desisto!!bjkss

    ResponderExcluir
  10. a Ingrid falou algo que estava em minha mente, realmente os textos nos fazem refletir! muito bom mesmo... excelente postagem, me faz pensar no que é obvio, a mente humana é um misterio! rs

    ResponderExcluir
  11. o problema dos suicidas é que eles n pensam que a vida no outro lado pode ser pior do que agora.

    ResponderExcluir