sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Caso número 3: Liberdade.

“Liberdade, em filosofia, designa de uma maneira negativa, a ausência de submissão, de servidão e de determinação, isto é, ela qualifica a independência do ser humano. De maneira positiva, liberdade é a autonomia e a espontaneidade de um sujeito racional. Isto é, ela qualifica e constitui a condição dos comportamentos humanos voluntários.”

Fonte: Wikipédia.

Liberdade é uma utopia, nunca seremos livres o bastante para fazermos o que queremos. Devemos prestar contas à sociedade, não só ela como também as pessoas ao nosso redor, as que realmente se importam com qualquer palavra cuspida da sua boca. Vendo por outro lado, somos livres para pensar e tentar nos expressar de uma maneira mais fácil, isso hoje em dia.

Liberdade de relacionamento, eu vejo como a coisa certa. Não estou falando de traições, apenas o fato da pessoa poder ir para onde quiser, e fazer o que quiser, tendo respeito pelo outro. Todas as coisas têm certo limite, e antes disso vem o respeito e a confiança, e é claro, a boa vontade.

Conheço e presenciei casos, onde a insegurança tomava conta do ar, onde tudo se tornava uma pista para acreditar que um ou outro estava traindo. Apenas a falta de segurança leva a esse feito, ciúmes. É obvio que quando se gosta de uma pessoa, não queremos que ela falte com respeito a nossa dignidade, mas outro fato é que a pessoa é livre para o que quiser, lembrando que os conceitos de um relacionamento, é a confiança e o próprio respeito. Não seremos hipócritas ao acreditar que a superioridade de outro nos torna escravos do mesmo.

Não fazendo a palavra de todos, mas sim a minha, eu acredito que o ciúme é a pura falta de amor próprio, e com isso nos leva a insegurança. Tendo em mente meus conceitos sobre certos sentimentos, eu classificaria este como paixão, aquele velho sentimento possessivo, onde um acha que é dono do outro, e o outro por amor, acaba cedendo. E isso nos torna cada vez mais dependente de mais coisas, coisas pelas quais não poderiam acontecer.

Eu poderia ficar o dia todo escrevendo sobre a arte de liberdade, mas aí me tornaria preso à vontade de conseguir me expressar.

7 comentários:

  1. Liberdade, liberdade..

    eu acredito que o ciúme é a pura falta de amor próprio [2]

    Otimos texto.. Parabens

    *--* obrigado por comentar la no meu !

    ResponderExcluir
  2. Olá, gostaria de lhe agradecer pelo comentário em meu blog.
    Bom, acho que na sociedade devemos contas de respeitar as leis, mas não acho que seja falta de liberdade quando você concordo com o conceito de tal lei. Para mim hoje em dia existe uma liberdade muito maior do que a anos atrás, eu sou imensamente autêntica e não ligo para o que os outros falam. Eu tenho essa liberdade.
    No relacionamento, por isso eu espero que seja uma pessoa ideal para valer a pena, o que inclui o respeito um com o outro que te deixa ser comprometido com alguma pessoa, NÃO PRESO.
    Adorei o post, muito bom!

    ResponderExcluir
  3. Olá! No momento estou apenas te seguindo, mas prometo voltar e comentar em breve suas postagens!Agradeceria se seguisse o meu blog, assim criamos um vínculo que facilite a divulgação de ambos os blogs! passa lá?
    http://medicinepractises.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. É triste sermos livre. Porque afinal de contas temos de ser sinceros, que às vezes nem sabemos o que fazer com tanta liberdade. Somos livres para fazer o quê? Quando se recebe um norte as coisas são bem mais fáceis. Por outro lado temos o prazer de podermos nos expressar. Quanto à liberdade no relacionamento, penso que a real liberdade é aquela que te deixa ir e voltar quando quiser e realmente ser dono do que quer e do que faz sem medo da repressão do outro.

    ResponderExcluir
  5. Ótimo texto Johnny! Parabéns pelo blog irmão! Já me tornei seguidor e espero que siga o meu de volta! Até mais

    http://nicolasqueiros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. É até desagradavel qndo vc esta perto de um casal de amigos onde há desconfiança,fica sempre aquele clima chato,po insegurança eh falta de amor proprio com certeza

    ResponderExcluir
  7. Boas colocações, vou seguir também.
    Parabéns pelo blog, abraços.

    http://nocast-one.blogspot.com

    ResponderExcluir